DESAFIOS NA CIRURGIA DA CATARATA PREMIUM

Verificação

Validar os resultados clínicos através da estabilidade rotacional a longo prazo

Corresponder às expectativas de acuidade visual

Desafio clínico

Após a cirurgia de implantação das LIO tóricas, os pacientes esperam ter uma boa acuidade visual sem correção, não precisando de usar óculos para ver ao longe. As surpresas a nível do resultado final, ou seja, correção insuficiente ou excessiva, são principalmente decorrentes de erros iniciais nas medições da córnea. No entanto, assegurar a estabilidade rotacional a longo prazo das LIO tóricas é o aspeto pós-operatório mais crucial da rotina diária. Um desalinhamento relativamente pequeno das lentes tóricas pode resultar na perda significativa de efeito refrativo no astigmatismo.1

Avaliar facilmente o posicionamento das LIO

Solução clínica

Utilizar um fluxo de trabalho abrangente e dados de medição sólidos que tenham em conta o astigmatismo da córnea posterior reduz o risco de surpresas a nível do resultado final. Para garantir a estabilidade rotacional, um controlo de rotina permite avaliar o posicionamento das LIO tóricas sempre que for possível obter uma refração exata no pós-operatório. Embora a refração subjetiva seja um bom indicador, um exame com lâmpada de fenda pode mostrar mais detalhes acerca do posicionamento da LIO.

  • Soluções clínicas para o tratamento de surpresa refrativa a nível do poder astigmático

Examinar a posição das LIO com opções de iluminação abrangentes

Solução ZEISS

O design de 4 hápticos das LIO tóricas ZEISS foi clinicamente validado, tendo alto grau de estabilidade rotacional a longo prazo.2 Para garantir o alinhamento preciso, a lâmpada de fenda SL 800 da ZEISS permite-lhe desvendar todos os detalhes relativos ao posicionamento exato das LIO tóricas, realizando o exame com a iluminação da sua preferência. As marcas tóricas nas LIO tóricas ZEISS são facilmente identificáveis. Em caso de realinhamento de uma LIO tórica desalinhada, tem sido demonstrado que demonstra que calcular o eixo de realinhamento com a tecnologia ZEISS IOLMaster 700 TK pode reduzir significativamente o astigmatismo refrativo residual em comparação com outras fórmulas.3

ZEISS IOLMaster 700

ZEISS SL 800 e SL Imaging Solution

Com um sistema ótico ZEISS perfeitamente equilibrado, opções de iluminação abrangentes e um equipamento fácil de manusear, o ZEISS SL 800 revela detalhes para, por exemplo, verificar o alinhamento de LIO tóricas.

  • A funcionalidade VarioLight de luz fria melhora a dispersão e ajuda e identificar irregularidades no segmento anterior
  • O ZEISS SL Imaging Solution permite a captura de imagens e vídeos de alta qualidade para documentação, transmissão de informações para o paciente ou publicação

Fluxo de trabalho abrangente, para que o tratamento do astigmatismo seja o seu novo padrão de cuidados

Explorar as soluções ZEISS – clique para saber mais

  • 1

    Ma, J. J. K. (2009). Principles and Pearls in Toric Marking and Alignment. Retirado do website: https://www.aao.org/current-insight/principles-pearls-in-toric-marking-alignment

  • 2

    Mencucci, R., Favuzza, E., Guerra, F., Giacomelli, G., & Menchini, U. (2014). Clinical outcomes and rotational stability of a 4-haptic toric intraocular lens in myopic eyes. J Cataract Refract Surg, 40(9), 1479-1487. doi:10.1016/j.jcrs.2013.12.024

  • 3

    Sharma, A. C., & Khetan, A. (2022). Comparing IOLM700 TK, Berdahl and Hardten astigmatism fix calculator and Barrett Rx formula in managing residual astigmatism due to toric intraocular lens misalignment. Indian J Ophthalmol, 70(2), 413-419. doi:10.4103/ijo.IJO_1760_21