Tratamento colaborativo do glaucoma: um estudo de caso

Este vídeo apresenta um exemplo de colaboração que permitiu melhorar o resultado num caso de glaucoma complexo.

Dois médicos em locais diferentes levaram a cabo com sucesso o tratamento colaborativo de um paciente com glaucoma progressivo, com base na utilização de plataformas de diagnóstico (OCT ZEISS CIRRUS e HFA3) idênticas.

Os médicos ganharam eficiência ao transferir dados de diagnóstico críticos com o FORUM® Glaucoma Workplace, que integra o OCT CIRRUS® e os testes e análise de campo visual HFA3. Utilizar plataformas de diagnóstico equivalentes em diferentes etapas do processo do paciente com glaucoma permitiu um encaminhamento eficiente e uma melhor adesão do paciente, proporcionando mais confiança ao paciente nas decisões médicas de tratamentos cirúrgicos e terapêuticos.

Quando os médicos colaboram utilizando as mesmas plataformas de diagnóstico, o paciente sente mais confiança e tem mais consciência do estado e prognóstico da doença, porque a informação é clara e consistente.

 Dra. Arianna Sgheri

Ao utilizarmos o CIRRUS e o Glaucoma Workplace podemos definir uma referência para reconhecer uma progressão. Faço o seguimento com GPA para saber quando devo iniciar o tratamento.

Dra. Arianna Sgheri

Especialista em glaucoma, Santo Stefano Hospital, Prato, Itália

 Dr. Matteo Sacchi

O FORUM Glaucoma Workplace é uma nova tecnologia para recolher e analisar os dados provenientes da OCT e do campo visual. Com esta tecnologia, o processo de tomada de decisão é mais fácil, menos moroso e mais preciso, e ajuda realmente o médico a melhorar a qualidade dos cuidados aos nossos pacientes com glaucoma.

Dr. Matteo Sacchi

Responsável pelo centro de glaucoma, San Giuseppe Hospital, Milão, Itália

Doente Giuseppina

Analisar os resultados dos exames com os meus médicos tornou-me mais confiante de que estou no caminho certo para cuidar dos meus olhos. É importante sentir confiança quando temos de viver com o glaucoma e enfrentar as cirurgias. 

Giuseppina

Doente da Dra. Sgheri e Dr. Sacchi

Tratamento colaborativo do glaucoma: um estudo de caso


Partilhar este artigo